domingo, 21 de junho de 2015

Vida de dietas

Hoje acordei animada, mas não pensem vocês que estou preparando uma nova fórmula secreta de emagrecer, não não!
Apenas me animei a desistir,isso mesmo,cansei de viver me coibindo, me sacrificando com dieta desastrosas durante dias e depois subir em uma balança e perceber que todo aquele esforço valeu míseros 200 gramas a menos que serão recuperados assim que passar na primeira lanchonete que tiver uma coxinha com catupiry quentinha me esperando... :)
:-) Siiiim , eu amo coxinha com catupiry, eu amo tortinha de frango, e adoro pastel de carne com molho de tomate e pimenta...
Não sou chegada a refrigerantes, graças a Deus ao menos desse mal eu não me mato. Mas em compensação me jogo  mesmo,quando vejo uma comida bem feita pela minha sogra no fogão a lenha. Então, se isso me faz feliz, serei feliz daqui em diante! Pelo menos até eu tentar vestir mais uma calça e ela não querer se fechar e eu sentir novamente aquela imensa culpa e tentar me redimir fuçando a Internet em busca de mais uma milagrosa dieta maluca.

problemas alheios

Adoro ouvir desabafos de pessoas que nem conheço. Às vezes ouço por horas histórias que se parecem com as minhas, outras ouço histórias tão absurdas que não consigo imaginar como são capazes de cair nessas tão facilmente. De qualquer forma eu me identifico com várias, sou boba, me iludo fácil e mesmo sendo enganada milhões de vezes ainda consigo acreditar em algumas palavras bonitas vindas de especialistas em falsificação de promessas.
Assumir isso não é nada fácil, as vezes quero me fazer de forte e esperta, as vezes quero ser a mais inteligente, só que  sempre sou mais uma que se deixou ser hipnotizada por palavras nada decoradas apenas ditas de momento. Mas aquele momento é sempre único, o de entender tudo que uma mulher tem a dizer sobre sua vida tão inesperadamente surpreendente. Chata, cansativa, emocionante, divertida, novamente chata e cansativa e por ai vai....
Ainda me canso de dizer, somos todas bobas e sensíveis ao ponto de acreditar em  mentiras que foram especialmente preparadas para nos dizer durante anos e nós preparadas a acreditar ou fingir que acreditamos.
Ainda sinto satisfação em ouvir os desabafos alheios por um simples fato:
Não estou sozinha nessa. Amigas, sinto em lhes dizer, ou aceitamos essa condição,ou nos tornamos homens! Prefiro ser classificada como homem viu!
#CanseiDeSerEnganada

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Paixão de adolescente

De repente o telefone toca, seu coração dispara, seus olhos brilham,  sua respiração fica forte...Suas mãos tremem e na sua cabeça a imagem da pessoa que você tanto deseja receber notícias...é garota, sinto em lhe informar, mas você está vivendo uma paixão. E prepare-se, as paixões tendem a deixar futuramente sequelas irreversíveis na mente de uma mulher.
Não acredita ainda? Provavelmente é uma adolescente que acaba de encontrar o grande amor da sua vida...tadinha,
 não faz ideia de quantos grandes e eternos amores irá encontrar, e o pior cada um deixará uma marca. Mas não posso dizer pra esquecer isso e se tornar uma freira e se guardar pra Deus, apenas desejo que seja feliz , ria bastante, beije muito,abrace, agarre, se amem enquanto puder. Como diz o poeta, que seja eterno enquanto dure!
E quando vier, e vira pode ter certeza, a mágoa, as brigas, o fim...não se julgue idiota nem nada igual, apenas mulher , porque a cada decepção temos o privilégio de aprender mais, de crescer e na próxima, ser feliz um pouco mais.
Saudade dos meus primeiros e grandes eternos amores...foram as mais doces lembrancas que sobraram da minha adolescência.

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Desabafo,affs

Sabe aquele dia em que nada ta bom pra você?
Os sorrisos parecem falsos, os beijos frios, as vozes irritantes...e tudo que você mais quer é entrar num poço gigante e escuro onde nada nem ninguém possa olhar pra você. Ai esse poço não existe, e seu dia termina depois de brigas,mal entendidos e palavras que marcarão pra sempre seus relacionamentos...
Ai no silêncio da noite, em meio a lágrimas você se pergunta onde estava com a cabeça quando resolveu sair do ventre de sua mãe.
Dói demais e eu não sei mais como aliviar essa dor.